Chuva alaga cimitério e carrega carros na Bahia - Desterro1

ÚLTIMAS

Desterro1

O Blog numero 1 de Desterro.

Publicidade e Propaganda

test banner

PUBLICIDADE CAPA 2 - DESTERRO

test banner

ANUNCIO INTERNO 1

PUBLICIDADE test banner

11 de nov. de 2014

Chuva alaga cimitério e carrega carros na Bahia

O cemitério do município de Barreiras, no oeste da Bahia, ficou parcialmente alagado após as fortes chuvas que atingiram a região na segunda-feira (10). As chuvas deram uma trégua na manhã desta terça (11), mas quatro bairros da cidade ainda enfrentam problemas parciais no fornecimento de energia elétrica.

Em nota, a Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba) informou que as chuvas provocaram queda de árvores, de galhos e descargas atmosféricas na rede elétrica do município.

Por esse motivo, a concessionária informou que foram afetados pela interrupção pacial dos serviços, principalmente, os bairros da região leste, a exemplo do Loteamento Parque Lacerda, Santa Luzia, Conjunto Rio Grande e Flamengo.

Segundo o Instituto Nacional de Metereologia (Inmet), as chuvas que atingiram o município, como também a cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, marcam o início do período das chuvas nas regiões, que deve chegar ao fim em abril de 2015.

Nesse período, segundo o Inmet, são comuns trovoadas e raios. Em Barreiras, os ventos chegaram a atingir uma velocidade 61 quilômetros por hora.

A cidade de Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia, teve uma tarde chuvosa nesta segunda-feira (10). Ruas ficaram alagadas e carros foram arrastados pela água. O dia no município começou abafado e com sol fraco, mas por volta das 15h começou a chover, de acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Em cerca de duas horas, choveu 13,6 mm, aponta o órgão.

"Essa quantidade de chuva é moderada. Para ser considerada bem forte, no mesmo período, tem que chover 60mm. A previsão para amanhã [terça-feira] é de pancadas de chuva com trovoadas no sul, sudoeste e oeste do estado", explica a meteorologista Marinês Cardozo.

Ainda segundo o instituto, a pancada de chuva já era prevista e é resultado de um efeito de massa equatorial continental. Essa mesma massa pode causar ainda mais 50 mm de chuva nesta segunda-feira.

A prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, informa que recebeu duas notificações após a chuva. Explica ainda que técnicos da Defesa Civil visitaram vários pontos da cidade e constataram que a água, apesar de invadir algumas casas e pontos comerciais, não trouxeram grandes prejuízos.

A prefeitura informa ainda que o cidadão pode solicitar ajuda referente a deslizamentos, desabamentos, enchentes, inundações, entre outras emergências, por meio do telefone da Defesa Civil 199.

Redação www.desterro1.com
Com informações de O Globo e G1BH

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante para o blog.

BALDO

test banner