Mostrando postagens com marcador Educação. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Educação. Mostrar todas as postagens

18 de ago de 2017

Prefeitura de Desterro continua a construção da Escola do Conjunto Guardalupe

| |
0 comentários

O Conjunto Guardalupe está localizado na cidade de Desterro PB e pela quantidade de famílias residentes naquela localidade necessita de uma escola. 

O execução desse projeto foi iniciado em 2016, apesar de quase pronta a mesma ainda precisa de muitos serviços, a obra passou por período de cerca de 6 meses, nessa  troca de governo, agora está sendo retomada a construção. 

Na última semana o Prefeito Valtécio de Almeida "Sinhô" esteve visitando a escola, ele falou que vai fazer tudo o que tiver que ser feito para funcionar.



A escola beneficiará não só o conjunto Guardalupe, ela atenderá as crianças do Bairro do Cruzeiro que se deslocam até a escola Cassimira leite distante quase 2km.

Redação Desterro1
Leia tudo

Secretaria de Educação de Patos proíbe professores e funcionários de se alimentarem com merenda escolar e fato revolta SINFEMP

| |
0 comentários
Através de ofício circular número 004/2017, a Secretaria de Educação do Município de Patos, pela secretária Alana Candeia, proibiu que professores e funcionários se alimentem nas escolas e creches do município com a merenda escolar que é fornecida pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

A decisão, de acordo com o ofício, se baseia na Lei Federal 11.947/2019 e no acórdão número 2122/2009 do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE/PB), porém não esclarece detalhes de em que momento a lei e o acórdão determina a proibição de professores e funcionários se alimentarem nas unidades onde trabalham. A decisão da Secretaria de Educação do Município de Patos está causando repercussão e revolta entre as categorias que consideram a decisão sem sentido e precipitada.

O ofício também faz alerta para os responsáveis pela preparação de merenda escolar e das creches para que, diante das observações, evitem cozinhar-preparar alimentos acima do que foi determinado sob risco de punição e denúncia junto ao Conselho de Alimentação Escolar.

O vice-presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região (SINFEMP), José Gonçalves, disse que a determinação é esdrúxula e sem discussão com as comunidades das escolas e creches do Município de Patos, bem como cria embaraços desnecessários, pois os trabalhadores passam várias horas nas escolas e creches, e não poder nem lanchar é absurdo. José Gonçalves marcou uma assembleia para discutir o fato, mas adiantou, que lamenta tal ação que não resolve, mas sim prejudica a boa relação dentro das unidades de ensino.

Fonte: Jozivan Antero – Patosonline.com
Leia tudo

12 de ago de 2017

Conselho Tutelar e Escola Cassimira Leite traçam metas

| |
0 comentários

O Conselho Tutelar de Desterro esteve hoje, dia 11/08, em reunião com o Gestor Educacional da Escola Cassimira Leite Montenegro, o sr. Genildo Marinho.



O objetivo do encontro foi traçar metas para melhor atender os casos em que precise intervenção do Conselho.


Isso ajuda  a melhorar convivência escolar, garantindo a estabilidade do mesmo no ambiente educacional, a sua garantia intelectual e o respeito para com os funcionários e todo o corpo docente envolvido "Disse" o Conselho Tutelar, em sua Página no Facebook.

Redação Desterro1
Leia tudo

8 de ago de 2017

Prefeito de Desterro continua a busca de recursos em Brasília

| |
0 comentários
O prefeito interino da cidade de Desterro Valtécio de Almeida Justo (PSDB), carinhosamente apelidado de “Sinhô” não vem medindo esforços na peregrinação em Brasília em busca de recursos para seu município.

Garantiu que seu grande aliado em Brasília tem sido o deputado Hugo Motta (PMDB) e que, semana passada estiverem no FNDE a fim de se recuperar recursos bloqueados desde 2014 e que aos poucos estão sendo liberados para investimento no Transporte Escolar do município.

Lamentou que a ex-gestora Rosângela de Fátima não teria prestado contas em alguns setores da administração, o que então teria motivado o bloqueio de alguns recursos que a equipe dele tenta agora resgatar. “Existiam umas pendências onde a ex-gestora nunca prestou conta e ai ficou três anos sem receber e nós, com o nosso contador Fabiano, tentamos de todas as maneiras e conseguimos limpar o nome do município junto ao CAUC (Que significa Cadastro Único de Convênio).

Valtécio garantiu também que trouxe na bagagem a liberação de recursos para pavimentação de Desterro, através do Ministério das Cidades e que a execução de serviços de calçamentos, por exemplo, já teve início.

Ouça o que disse o prefeito...


Redação Desterro1 com Mario Frate - Patos online.
Leia tudo

4 de ago de 2017

UFPB se torna guardiã do “Memorial Agassiz Almeida”

| |
0 comentários
No dia 22 de julho de 2017, em reunião realizada, a UFPB, sob a presidência da reitora Margareth Diniz, após decisão do Conselho Universitário tornou-se guardiã do “Memorial Agassiz Almeida”, instalado no secular prédio da antiga Faculdade de Direito da Paraíba, na Praça dos Três Poderes, João Pessoa, PB.

Por sua importância esta reunião despertou as atenções dos meios universitários, e teve o comparecimento de diretores de centros e representantes do corpo acadêmico e funcional. Em parecer embasado numa ampla visão do papel da universidade nos dias atuais, a professora e relatora do processo de doação Adriana Dias traçou a perfil biográfico de Agassiz Almeida, cuja polivalente atuação política, literária e educacional produziu uma obra que engradece a história da Paraíba e do Brasil.

Desde a sua juventude, aos 18 anos eleito vereador por Campina Grande, ele abraçou a campanha pelo “O Petróleo é nosso”, fundou cooperativas, colégios, faculdades, desafiou o coronelismo nos cariris paraibano, e o sistema semifeudal de exploração dos camponeses nas várzeas férteis do Nordeste, e foi descobridor do minério bentonita. Em 1964, o golpe militar cassou o seu mandato de deputado estadual, foi demitido de suas funções de professor da UFPB e de Promotor de Justiça. Exilado, lutou contra as ditaduras do Chile e de Portugal. Em 1986, elegeu-se deputado federal constituinte. Em 1990, deixou a política e construiu uma obra literária aclamada em todo o Brasil, destacando-se estes livros:“500 anos do povo brasileiro”, “A república das elites”,“A ditadura dos generais”, e “O fenômeno humano”.

Com a palavra o diretor do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) professor Fredys Sorto acentuou a importância do “Memorial Agassiz Almeida” para a UFPB, destacadamente porque aquele acervo literário e documental abrange um conturbado período da história do Brasil, na segunda metade do século XX, e se    encontra instalado no antigo prédio da Faculdade de Direito da Paraíba.

 O “Memorial Agassiz Almeida” abrilhanta aquele centro de estudos e pesquisas, pois contém um valioso e histórico acervo que servirá as atuais e futuras gerações. A passagem de Agassiz Almeida como aluno e professor da UFPB marcou uma história. Foi um dos fundadores da Faculdade de Ciências Econômicas e inspirador da criação da Faculdade de Direito, ambas em Campina Grande. 

Portanto, senhores membros deste Conselho, engradece, sem dúvida, a nossa UFPB o acervo literário e documental que recebemos. Personalidade que faz história como educador, escritor e militante político.

Encerrando, ressaltou a reitora Margareth Diniz: É de relevante importância para a UFPB o acervo literário e político que recebemos do ex-aluno, do professor, escritor e ex-deputado federal Agassiz Almeida. Relembro agora o momento em que o dr. Agassiz Almeida fazia esta doação na presença do ministro Herman Benjamin que elogiou a decisão do doador.

Terminada a discussão da matéria foi aprovada por unanimidade e acompanhada com votos de aplausos. Ouvida a respeito desta decisão disse a vice reitora Bernardina Freire: “É para todos nós uma imensa satisfação receber o acervo literário e documental de Agassiz Almeida, uma personalidade que se projeta nos nossos meios acadêmicos, e políticos com uma grande história.



Redação Desterro1 com Assessoria
Leia tudo

28 de jul de 2017

Prefeito de Desterro envia nota acordo com Servidores

| |
0 comentários
O Prefeito da Cidade de Desterro, Valtecio de Almeida (Sinhor) em contato com a redação do Desterro1 veio defender-se sobre matéria veiculada nessa Sexta 28/07. 

No paragrafo segundo da matéria no Link Aqui, onde fala sobre acordo com servidores o prefeito nega esse acordo. 

Ele nos disse que não descumpriu nenhum acordo com os servidores, primeiro por que ele tinha o interesse de pagar os funcionários sem que os mesmos precisassem recorrer a justiça, mas por erros da gestão anterior que erraram duas vezes, primeiro em não pagar e segundo em não empenhar, o ato de não empenhar não confessa a dívida e isso impossibilita o pagamento. 

Ainda segundo Valtecio ele foi orientado pelo Tribunal de Contas a pagar todos, mas mediante uma homologação Judicial, "Tanto é, que orientei a todos irem pra justiça e na primeira audiência mandei fazer acordo com todo mundo sem nescessidade de mais delongas".

Ele ressalta que o Servidor merece ser respeitado e que no seu governo vão ser respeitados, e que não é de descumprir acordo e nem deixar sua palavra cair no chão. 


Por fim ele anuncia que todos os funcionários efetivos já estão com seus salários referente a julho deste já estão em conta, "esse é nosso compromisso" [disse Valtecio].


Redação Desterro1
Leia tudo

29 de mai de 2017

UFCG abre vaga para professor substituto no campus de Cuité

| |
0 comentários
O Centro de Educação e Saúde da Universidade Federal de Campina Grande (CES/UFCG), Campus de Cuité, está com inscrições abertas para o Processo Seletivo Simplificado que vai contratar um Professor Substituto para a para área de conhecimento Microbiologia, Instrumentação e Práticas de Ensino de Ciências e Biologia, com regime de trabalho de 40 horas semanais. O vencimento básico é R$ 3.117,22, porém, há retribuição por titulação mínima exigida no edital.

Os interessados devem pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 75,00 e levar o comprovante mais a documentação especificada no edital ao Protocolo Setorial do CES/UFCG. O horário de funcionamento é das 8h às 12h e das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira. As inscrições seguem até o dia 2 de junho. É necessário ser licenciado em Ciências Biológicas ou Biologia, com, no mínimo, mestrado em Biologia Geral ou em Ensino de Ciências e áreas afins.

A prova didática será realizada no dia 20 de junho e o exame de títulos, no dia 21 de junho - mesma data em que será divulgado o resultado final do certame. O processo tem validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (83) 3372-1976.



Redação Desterro1 com assessoria
Leia tudo

19 de abr de 2017

Prefeito de Desterro está em Brasilia em busca de recursos

| |
0 comentários
Prefeito de Desterro Valtecio de Almeida e o Vereador Odilon Simões, estão em Brasília – DF em busca de projetos, emendas e recursos para o município do interior paraibano.

A Informação foi divulgada nesse dia 18/04/2017 em sua rede social segundo ele foi conseguido, a promessa de recursos para asfaltar a rua Cônego Florentino, Centro de Desterro, uma Emenda do Deputado Hugo Mota para saúde de Desterro e também para calçamento do povoado de Aparecida. 

Eles percorreram os  escritórios do FNDE, Ministério da Saúde, Ministério do Turismo e o Gabinete do Deputado Federal Hugo Mota.

Nesse dia 19/04/2017 eles estarão nos gabinetes dos Senadores Raimundo Lira e Zé Maranhão. 

“Dia muito proveitoso em Brasília, estivemos no FNDE para tratar da liberação do transporte de alunos, logo após MS para conseguir recursos para a saúde, em seguida fomos até o Ministério do Turismo onde tivemos uma reunião com o Ministro Marx Beltrão que nos prometeu um convênio para asfaltar a Rua Cônego Florentino, conseguimos ainda com o Deputado Hugo Mota uma emenda no valor de R$ 250.000 para custeio na saúde e também uma emenda para o calcamento de Aparecida. Amanhã iremos aos gabinetes dos Senadores Raimundo Lira e Zé Maranhão. O trabalho não pode parar.”

Dário Cardoso - Desterro1
Fotos: Facebook 





Compartilhe nossas Matérias:



Leia tudo

26 de mar de 2017

Video: Ex Vereadora de Desterro denuncia gestão na sessão da Câmara de Vereadores

| |
0 comentários
Confira aqui no Desterro1 o vídeo da ex-vereadora do município de Desterro Marivânia Campos defendendo o projeto de aumento do salário dos professores e denunciando irregularidades da administração pública de Desterro.


A sessão aconteceu neste sábado dia 25 de Março. 

No vídeo a seguir você verá que a ex-parlamentar da casa Manoel de Almeida denunciou algumas irregularidades, que ela e o Sindicato dos Servidores Públicos de Desterro SINSERD constataram nesse inicio de Gestão. 

As denúncias vão desde falta de merenda escolar até perseguição de servidores efetivos do município, os casos segundo ela foram denunciados ao ministério publico para que se tome medidas garantindo o que é dever do município e direito da classe de professores e alunos.

Vídeo: 


Dário Cardoso - Desterro1
Leia tudo

16 de mar de 2017

Professores sem aumento e a culpa é dos vereadores de Desterro

| |
0 comentários
Desterro PB: A classe dos professores vive mais um triste capitulo da história educacional, quando falta sala descente, merenda, água, material para desenvolver o trabalho, quanto até a valorização profissional não se tem. 

Reprodução internet
É muito triste ver um profissional que é o formador de todos os outros profissionais ser desvalorizado dessa forma. Em Desterro cidade do interior da paraíba professores desde Janeiro 2017 não tiveram a atualização de seus salários para o mínimo em exercício. 

De que é a culpa? Bom ai ninguém quer ser o culpado!

Por motivos políticos diversos, a câmara só veio ter sua diretoria eleita e empossada em final de Fevereiro devido as manobras orquestradas pela Situação, esta que foi aos veículos de comunicação de Desterro externar que: "a culpas dos salários não terem sido reajustados é da Oposição que é perseguidora dos professores". 

Hoje 15/03/2017 ficou o inverso a Oposição, agora em com diretoria eleita, com os projetos em mão, etc e tal... enfrenta a falta da Situação nas sessões.  

Antes 5 não foram a sessão por não reconhecerem 4 com seus lideres, agora 4 não vão a sessão porque não querem reconhecer 5. 

Ai eu lhe pergunto amigo leitor e que culpa tem o professor nessa burocracia toda?...

É difícil ter que dizer que hoje o Legislativo de Desterro está fazendo os professores de palhaços, simplesmente isso e se o Executivo não colocar em pratica a lei inclusive pagando o retroativo que está nas contas da Prefeitura, dai a foto acima vai justificar como serão tachados todos eles. 


Talvez os políticos tratem o Professor desta forma porque aqui no Brasil não seja exigido um nível superior para está representando o povo, ou por que não se exija uma especialização, uma Pós graduação, um Mestrado ou Doutorado  que seja, pra ser político basta saber escrever o nome. 



Só para informação do povo Desterrense já aconteceram duas sessões extraordinárias para tratar do tema do Projeto de Lei 01/2017 que tratar dos aumento do piso Salarial dos Professores, destas a situação não veio a nenhuma. 


Aqui não é ditadura, então caso algum vereador da situação ou oposição se sinta ofendido o Desterro1 abre nossos canais de comunicação para que nos envie ou nos peça o direito de resposta. 


Já aos professores vão atrás de seus direitos, porque os deveres todos os dias são cobrados!

Câmara Desterro: aumento professores terá que esperá mais [veja a matéria]


Dário Cardoso - Desterro1
Fotos: Arquivo Desterro1
Leia tudo

12 de mar de 2017

Câmara Desterro: aumento professores terá que esperá mais

| |
0 comentários
A Sessão Ordinária da Câmara marcada para esse dia 11 de Março para as 9 horas não aconteceu por falta de coro. 

Faltaram todos os Vereadores de Situação (Thiago, Rejane, Napoleão e Odilon) e o Vereador de Oposição (Francimar vulgo Cimar) os Presentes foram Preta da Barraca, Biga, Evilazinho e Vamberto. 

A sessão foi iniciada, constatou-se a falta do coro minimo, dado o prazo de 20 minutos como manda o regimento para aguarda a chegada dos faltosos como não chegaram, a sessão foi encerrada. 

Na mesa o então Presidente Paulo Vamberto falou que serão notadas as faltas e deduzidas do salário dos faltosos. 

Dentre os Projetos tramitando na Casa estão o de aumento dos salários dos Professores e também o projeto de aumento do piso salarial dos funcionalismo público de Desterro para 937,00, ambos os projetos ficam na fila de espera.

Alguns Professores estiveram na Câmara mas infelizmente vão ter que aguardar o desfecho das próximas sessões. 


Dário Cardoso - Desterro1
Leia tudo

8 de mar de 2017

DESTERRO:Risco de vida no transporte escolar

| |
0 comentários
A frota de ônibus escolar em Desterro-PB anda em péssimas condições, alguns dos que compõem a frota estão sem para-brisa, vidros das janelas quebrados e entre outras várias irregularidades, mas aqui não é isso que mais preocupa o cidadão desterrense e sim o fato do risco que esses alunos estão sendo submetidos por uma irresponsabilidade do gestor, as péssimas condições já citadas podem acabar levando a um acidente e assim colocando em risco a vida dos estudantes.

Mas não apenas pela falta de estrutura dos automóveis mas sim até mesmo, pela forma como os alunos se comportam colocando o corpo totalmente para fora do ônibus, sentados em janelas e muitos ficam em pé! Sem a mínima fiscalização nem por parte da secretaria de educação que é responsável pelos alunos e nem muito menos por a secretaria de transporte, o risco é eminente que possa ocorrer um acidente.

Vale ressaltar que o governo anterior entregou a frota em ótimas condições segundo gestora e próprios usuários.

Mas aparentemente os gestores não estão muito preocupados com a segurança dos alunos desterrenses.
Segundo a Professora do munícipio Cida Holanda“Esse para-brisa não quebrou-se na gestão passada. Quebrou-se desde no início das aulas desse ano letivo. Inclusive, eu ia no ônibus no momento que aconteceu o fato, pois sou professora da zona rural e o mesmo faz o trajeto por 3 comunidades, entre elas a que eu ensino.”

imagem meramente ilustrativa
Leia tudo

10 de fev de 2017

Jornada pedagógica de Cacimbas acontece

| |
0 comentários
Foi realizada na manhã dessa quinta feira (09/02) na Escola Municipal Tertulino Cunha na cidade de Cacimbas, interior do estado, A JORNADA PEDAGÓGICA, destinadas com o objetivo de refletir juntamente com os educadores da rede regular de ensino, sobre a motivação educacional em tempos de crise. O palestrante responsável pelos trabalhos foi o professor, Adalberto Souto, vindo da FOCO CONSULTORIA.

Na ocasião, mais de 120 profissionais se credenciaram para assistirem a palestra que abordou o tema: “Motivação do professor no processo de ensino e aprendizagem”. No ato, todos receberam canetas e agendas para fazerem as devidas anotações. Foram apresentadas as equipes de trabalho, bem como exibidos textos para reflexões, vídeos motivacionais e mensagens voltadas para elevar a autoestima dos participantes.
Adalberto se referiu a “motivação” como sendo esta uma força interior, inerente de cada ser humano e ressaltou as inúmeras dificuldades encontradas para se educar em tempos de crises: hídricas, políticas, econômicas e crises de valores éticos e morais na era digital. Para ele, é importante os profissionais unirem forças na busca por parcerias com outras instâncias, a fim de identificar os problemas e amenizá-los de acordo com as prioridades.
Segundo Adalberto, os professores têm papel fundamental na transformação da realidade escolar e social dos alunos, mas para essa efetivação, não basta apenas manter as crianças na escola e sim, reinventar a metodologia de ensino, visando torná-la cada vez mais atrativa para os educandos que precisam ser estimulados às pesquisas e as novas descobertas que o mundo globalizado exige de cada indivíduo. O palestrante também se referiu à desmotivação e desvalorização da categoria, e defendeu maiores incentivos e investimentos para a classe.

O Secretário de Educação, Luiz Fernando de Barros Júnior, ao fazer uso da palavra saudou o palestrante em seguida agradeceu ao prefeito, Geraldo Terto da Silva (Léo) pelo mesmo ter lhe confiado a pasta da educação a pessoa e se disse maravilhado com a grande quantidade de educadores presentes no evento, que abriu os trabalhos do ano letivo 2017.

Júnior disse ser formado em administração pública e revelou que está prestes a concluir o curso em Direito Civil, ele também destacou suas experiências de quando esteve vereador deste município e quando esteve à frente da direção da escola estadual Pedro Terto da Cunha na Sede, o que segundo ele, lhes trouxe grandes aprendizagens para sua nova jornada. Ele também fez questão de divulgar as amizades construídas ao longo desses anos e as parcerias firmadas que vão serem úteis ao seu novo cargo.

O secretário, falou de sua peregrinação, onde esteve em todas as escolas municipal, exceto a José Cardoso, localizada na comunidade do Jardim, para ele, as visitas foram de suma importância para conhecer cada unidade educacional com suas demandas. Junior pediu união e compromisso dos docentes para dar o que ele chamou de “uma nova roupagem” a educação em Cacimbas.

Júnior lamentou a desorganização de alguns educandários em que algumas professoras ainda não havia entregues na secretaria os diários de classe para atualizar as fichas de matriculas dos estudantes. Para evitar maiores prejuízos as famílias que necessitam de tais documentos, foram feitos mutirões com os funcionários das escolas: João Heleno de Maria no Monteiro, Joaquim Cassiano Alves na Serra Feia e Francisca Maria da Silva na Sede.

Por fim, Júnior anunciou o fechamento de duas escolas, a Gonçalo Pereira do Fundamento de Baixo e a Joaquim Alexandre do Flamengo pelo número insuficiente de matriculas e ressaltou mais uma vez a autonomia que o prefeito lhe deu para desenvolver os trabalhos. O secretário se mostrou aberto aos diálogos. Indagado sobre o Plano de Cargos, Carreira e Salários do Magistério, Júnior foi enfático ao afirmar que muito em breve estará se reunindo com a categoria para analisar e debater o que for melhor para a educação e que a possibilidade do prefeito e criar e pagar um 14º salário não está descartado, só depende do desempenho de cada um.

O supervisor educacional Arenilson Lima Moura, anunciou que os trabalhos de planejamento continuam nessa sexta 10/02 pela manhã nas escolas polos: Tertulino Cunha, Vereador Manoel de Almeida e Joaquim Cassiano Alves. Em conversa com algumas professoras, várias docentes afirmaram estarem satisfeitas com a nomeação de Júnior Barros para o cargo de Secretário Municipal de Educação em Cacimbas, muitas delas se disseram otimistas diante desse primeiro encontro.

O prefeito Geraldo Terto da Silva- Léo destacou a importância do trabalho dos docentes na transformação da realidade atual. O gestor pediu mais união e empenho dos educadores para que os estudantes consigam aprender com qualidade e se desenvolver com dignidade. Léo falou dos processos que resgatou de 2008 quando seu pai, Geraldo Paulino foi prefeito desta cidade, o que segundo ele, se for fixado até junho deste ano, vai render 6 milhões aos cofres do município, dos quais 60% serão divididos entre os professores da época.

Léo também se referiu aos processos que tramita na justiça para corrigir e repassar as diferenças salarias do FUNDEF para FUNDEB, destinadas aos professores. De acordo com a assessoria jurídica do município, a previsão de Cacimbas receber esses recursos é entre 2020 a 2021. “Quando eu deixar a prefeitura de Cacimbas quero deixar a educação melhor do que quando eu recebi e vocês cobrem os 60% do futuro gestor que é um direito adquirido, pois tem prefeito por ai se apossando desses dinheiros”, revelou o prefeito.

Fonte: SECOM/PMC.
Leia tudo

9 de fev de 2017

Em Desterro acontece a Jornada pedagógica 2017

| |
0 comentários

A Jornada Pedagógica começa hoje, quinta-feira 09/02 e vai até a sexta 10/02 aqui na cidade de Desterro PB. 


Foram convidados todos os profissionais da Secretaria de Educação, desde o Professor até os auxiliares de serviço das escolas publicas do municipio. 

A Jornada Pedagógica é um momento em que profissionais da educação partilham ideias, ensinam e aprendem na coletividade, com o propósito de promover o fortalecimento do processo educativo, por meio da análise dos indicadores educacionais, dos valores e da cultura das escolas. 

O tema escolhido é um convite à comunidade escolar para evidenciar práticas educativas e o trabalho desenvolvido com a leitura, na perspectiva das diversas linguagens e áreas do conhecimento. 

As práticas que educam e a leitura abrem a discussão entre o coletivo da unidade escolar na Jornada Pedagógica e devem ser consideradas ao longo do ano letivo para a garantia do direito de aprender dos nossos estudantes.

O evento acontece no Centro Pastoral Padre Jose Fernandes, por trás da Igreja Matriz. 

Dário Cardoso - Desterro1
Leia tudo

7 de fev de 2017

Prefeitura de Desterro realiza manutenção da frota de transportes.

| |
0 comentários

A informação foi divulgada no site oficial da prefeitura, e dão conta de que os transportes escolares foram todos concertados. 



Ainda no texto informa que a frota se encontrava em descaso, com vidros quebrados, motores batidos, faltando bateria, faltando pneus, os mesmos em estado de sucata e de imediato foram enviados para manutenção e concerto. 

Além da notícia a prefeitura destaca o compromisso com a educação do Município de Desterro resalta que a quantidade ônibus disponíveis não serão suficientes para suprir as necessidades de locomoção de todos os estudantes.

O responsável pela pasta da secretaria de transportes é o Srº Gilmar Nogueira. 

Já a gestão passada informou que os transportes com os demais bens da Prefeitura foram entregues funcionando e que a comissão de transição de governo conferiu e deu recebimento dos mesmos.


Dário Cardoso – Desterro1

Leia tudo

21 de dez de 2016

Justiça condena faculdades na PB a indenizar todos os alunos, diz MPF

| |
0 comentários
Duas faculdades paraibanas, Centro de Ensino, Pesquisa e Inovação (Cenpi), em João Pessoa, e Faculdade São Francisco da Paraíba (Fasp), em Cajazeiras, foram condenadas na Justiça a pagar uma indenização a todos os alunos matriculados, após denúncia feita pelo Ministério Público Federal (MPF) da Paraíba. Conforme a ação, uma das faculdades não era reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e teria feito um convênio irregular com uma outra universidade, que possui registro no MEC, para expedir os diplomas dos universitários.
'
Ainda de acordo com o MPF, o estabelecimento que não tinha registro no Ministério anunciava em propagandas que os cursos eram reconhecidos pelo MEC.

Na sentença, o juiz João Pereira de Andrade Filho decidiu que as instituições de ensino superior vão ter de pagar indenização por danos morais coletivos, no valor de R$ 100 mil, a ser revertido ao fundo do Ministério Público.

A imprensa entrou em contato com as duas instituições por email, mas até as 12h05 (horário local) desta terça-feira (20) nenhuma das mensagens tinham sido respondidas.

Também devem ser indenizados, por danos materiais, os alunos matriculados na instituição não reconhecida pelo MEC. Eles devem ter devolvidos os valores gastos com as mensalidades, matrículas e outras taxas eventualmente cobradas pela instituição de ensino. Os estudantes prejudicados devem pedir devolução dos valores pagos, através de requerimento no processo, por meio de advogado particular ou defensor público.

De acordo com a sentença, “a gravidade dessa conduta decorre do fato de que, além de ela (CENPI) ter provocado gastos de relevantes recursos financeiros pelos ofendidos, ela foi apta a gerar expectativas de crescimento acadêmico e profissional que não poderiam ser concretizadas, gerando para os ofendidos (alunos das instituições rés) apenas a frustração de ter investido dinheiro, tempo e energia em um projeto que não poderia ser concluído, comprometendo, inclusive, os planos futuros traçados por esses alunos”.

Do G1 PB
Leia tudo

6 de nov de 2016

Meirelles diz que governos do PT gastaram demais com saúde e educação e promete mudanças

| |
0 comentários
De 2010 a 2016, os reajustes do piso nacional dos professores somaram 86,59%. Neste mesmo período, a inflação oficial do país chegou a 48,47%. Ou seja, em relação à taxa inflacionária, o piso do magistério foi superior 38,12%. 

Para técnicos da equipe econômica do governo Temer, tais reajustes da chamada "Era PT" ajudaram a desequilibrar contas de estados e municípios, o que justificaria a edição da PEC 241, que limita gastos públicos à inflação oficial do ano anterior. O piso dos professores foi aprovado em 2008, no segundo mandato de Lula.

“Com a aprovação da proposta que equilibra as contas públicas, vamos superar este momento e recolocar o Brasil no caminho da justiça social com desenvolvimento de verdade”, declarou o ministro Henrique Meirelles, Fazenda, em cadeia nacional de rádio e TV.

Em outras palavras, o ministro quis dizer que Lula e Dilma foram muito "bonzinhos" com os professores e que agora, para que haja "desenvolvimento de verdade", é preciso arrochar ainda mais os já apertados ganhos do pessoal do magistério público.

Embora regido por uma lei federal, o piso dos professores não chegou a ser cumprido por todos os estados e municípios. Vários gestores entraram com uma Adin ainda em 2008 para torná-lo inconstitucional. 

A senadora Ideli Salvati, PT-SC, denunciou os governadores que atacaram a lei do piso: Yeda Crusius (PSDB-RS), que encabeçou a lista; Cid Gomes (PSB-CE), e os peemedebistas André Puccinelli (MS), Roberto Requião (PR) e Luiz Henrique (SC).

Além destes, Ideli Ideli Salvatti acusou também outros cinco governadores que, "apesar de não terem tido a coragem de assinar a Adin, ficaram insuflando os seus colegas a entrarem na Justiça contra os professores". 

De acordo com Ideli, são eles: José Roberto Arruda (DF), do DEM; Aécio Neves (MG), José Serra (SP) e Anchieta Júnior (RR), todos do PSDB, além de Marcelo Miranda (TO), do PMDB.

Com a edição da PEC 241, prefeitos e governadores têm agora mais uma poderosa arma para usar contra o piso do magistério. Resta aos professores se organizarem para combater mais arrocho que vem por aí.


Fonte: midiapopular.net
Leia tudo

3 de nov de 2016

Teixeirense de 28 anos e mãe de três filhos luta para concluir os estudos e dar um futuro melhor para a família

| |
0 comentários

Uma jovem natural de Teixeira, de apenas 28 anos de idade, tem lutado para realizar um sonho: concluir os estudos.


Maria Luciana da Silva, mais conhecida como Lúcia, resolveu retomar os estudos 12 anos depois de ter parado.

Lúcia tem três filhos pequenos e seu esposo recolhe materiais recicláveis pelas ruas, o que garante o sustento da família. Mesmo diante das dificuldades, ela decidiu voltar a estudar e leva as três crianças para a sala de aula.

Confira na reportagem da TV Sol:



Fonte: Teixeira em Foco
Imagens: Patos e TV Sol
Leia tudo

18 de ago de 2016

Cortes no orçamento podem ser estopim para nova greve na UFPB

| |
0 comentários
Entrevista
Os cortes que o presidente em exercício Michel Temer autorizou para o orçamento das instituições públicas em 2017, foi um dos temas discutidos pela reitora Margareth Formiga em entrevista à rádio CBN na manhã desta quinta feira (18). Com o corte, a instituição perdeu 74 bolsas de pós-graduação e 124 bolsas de iniciação científica.

Uma espécie de “plano privatização das universidades federais brasileiras”, fez com que cortes como esse fossem autorizados pelo governo federal. Ela alertou para o risco de aprovação da PEC 241, que tira do Governo a obrigatoriedade de aplicação de um valor mínimo nas áreas de saúde e educação.

Reação

Os cortes levaram integrantes de movimentos trabalhistas da instituição a se reunir para discussão de reação à medida, em assembleia na Associação dos Docentes da UFPB (Aduf).

A associação afirma que nos cálculos dos gestores os cortes no orçamento de 63 universidades federais representarão R$ 350 milhões a menos em investimentos “na comparação com os R$ 900 milhões previstos para o setor neste ano”.

Ações do governo, devem estimular uma nova temporada de greves prolongadas de professores, alunos e funcionários da instituição.


Leia tudo

27 de jul de 2016

Livro infantil de Isa Colli, chega ao Brasil

| |
0 comentários

O Pirulito das Abelhas, o mais novo livro infantil de Isa Colli, já chegou ao Brasil.

A autora Isa Colli, que já teve os seus manuscritos rejeitados por muitas editoras brasileiras com o tradicional e-mail jargão: “após a avaliação do material que enviou, decidimos que não será possível publicá-lo neste momento”, teve uma virada no seu trabalho em 2015, quando recebeu da Editora Chiado a seguinte resposta: “você é uma pintora de palavras, que a cada pincelada dá vida a personagens cheios de energia e vigor. Seja bem-vinda ao grupo de escritores Chiado. Teremos imenso prazer em publicá-la. 



Isa Colli é ítalo-brasileira natural de Presidente Kennedy – ES e atualmente mora na Bélgica. Mas antes de se mudar do Brasil, morou em Cachoeiro de Itapemirim, Rio de Janeiro e Brasília, atitudes típicas de seu temperamento irrequieto e contestador. A autora decidiu acreditar na incerta carreira de operária da escrita quando, aos 34 anos, foi acometida por uma grave doença e pensou que a sua vida seria abreviada. 

Com 21 livros escritos e 7 publicados até o momento, Isa pode ser classificada como uma mulher forte e temperamental, cuja paixão pela perfeição contribui para explorar sua curiosidade, traço fundamental de sua personalidade. A Chiado iniciou o trabalho com a autora lançando o “O Pirulito das Abelhas” em abril de 2016 na 86° Feira do Livro de Lisboa, mas outros lançamentos estão a caminho até o final de 2016.

A Chiado está em fase de distribuição de O Pirulito das Abelhas para Portugal, Brasil, Angola, Espanha, Alemanha, França, Bélgica, Luxemburgo, EUA, Irlanda, Reino, Itália, tanto no formato e-book ou impresso, nos seus respectivos idiomas e em português. 

Também pode ser encontrado nas livrarias da Chiado Editora, que se compromete enviar para todo o mundo no prazo de 45 dias. No Brasil o título está disponível na FNAC, Saraiva, Argumento, Livraria Saturno, Travessa, Galileu, Livraria Curitiba, Livraria Cultura, Só Livros, Erdos e outras.

Danne Leite - Informações da Assessoria
Leia tudo
www.desterro1.com. Tecnologia do Blogger.