'O poço secou!' Água em Desterro passa do 'vermelho' pra 'torrado' - Desterro1

ÚLTIMAS

Desterro1

O Blog numero 1 de Desterro.

Publicidade e Propaganda

test banner

PUBLICIDADE CAPA 2 - DESTERRO

test banner

ANUNCIO INTERNO 1

PUBLICIDADE test banner

28 de dez. de 2014

'O poço secou!' Água em Desterro passa do 'vermelho' pra 'torrado'

Desterro - PB: "Além da queda, coice" já dizia o matuto. Assim que comparamos a situação da água na cidade que fica a mais de 300km da capital paraibana João Pessoa, percebemos que a coisa ficou preta. 

A situação piora a cada dia, falta d'água que já era cotidiano dos muitos bairros e ruas e das famílias desterrenses agora se generaliza como uma infecção, apesar dos muitos poços escavados, outros limpos e dos carros-pipas, a água continua sendo o maior problema para a população da cidade, são madrugadas e madrugadas esperando á água juntar e encher ou até mesmo mear as caixas d'água que ficam próximas a estes poços. 

"O poço secou" esse pode ser um bordão que poderíamos usar para descrever a situação, uma cidade que se caracteriza como pequena por não ter nem 10 mil habitantes e que agora encara os seus maiores problemas, estrutura e planejamento para convivência com a seca e outras catástrofes naturais. 

Falar e fazer depois que acontece é fácil. Mas ainda falta temos planejamento das medidas que utilizamos e como iremos usa-la. 

A cidade concentra hoje uma quantidade de poços que estão começando a se mostrar ineficientes. Porque? Eles não estão suprindo a necessidades da população. Porque? A população cresce e são mais de 3 anos de seca! Apesar do açude Jeremias ter dado conta do recado até o 3º trimestre de 2014 Desterro não tem mais aqueles 2 a 3 mil habitantes de décadas atrás, hoje são mais de 4.800 pessoas que demandam água, sem contar nos lava-jatos.

Mais isso ainda não é o problema, o problemas vem das pessoas que vem usando mangueira para lavar calçadas, aguar as plantinhas e outros mais, esses testemunhos não podem mais acontecer e como citei "o poço secou", ou seja, agora com o volume de água dos poços de Desterro baixando, a cada dia a situação vai piorar, é fato. Tá faltando água, consciência e muita fiscalização.

A demanda infelizmente é maior que a oferta e nossas maiores promessas são a Adutora do Pajeú e construção do Acude do Juéca, que por sua vez são obras a longo prazo e que não dependem exclusivamente do município. 

Desassorear o Açude Jeremias? Já fui questionado sobre esse caso, e aqui pegunto a Prefeitura, porque não fazer? Mesmo sabendo que as previsões de chuvas para 2015 não são as melhores temos que melhorar as condições de armazenamento de água desse manancial, ou estaremos fadados a continuar apenas esperando que Deus e que a natureza se encarregue de resolver nossos problemas sem fazermos nossa parte. 

Também um outro descaso é com o Rio dos Porcos e o Rio Taperoá, Desterro é o local onde ficam as nascentes destes rios e não estamos cuidado, ainda lembro que a algumas décadas bebíamos a água desses rios, sem medo e hoje até para os animais temos receio de oferecer, o que faltou? O que falta?

Sigamos em frente planejando ações para que o futuro de nosso povo exista, que Deus nos abençoe.  


Dário Cardoso - Desterro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante para o blog.

BALDO

test banner