Agricultores e agricultoras transformam seus arredores de casa em espaços ecológicos e produtivos - Desterro1

ÚLTIMAS

Desterro1

O Blog numero 1 de Desterro.

Publicidade e Propaganda

test banner

PUBLICIDADE CAPA 2 - DESTERRO

test banner

ANUNCIO INTERNO 1

PUBLICIDADE test banner

15 de jul. de 2014

Agricultores e agricultoras transformam seus arredores de casa em espaços ecológicos e produtivos

Maria da Luz aproveita copos descartáveis para
produção de mudas - Foto: Renalle Benício
Famílias agricultoras, participantes do Projeto Sertão Ecológico e Solidário, apoiado pela Brazil Foundation, adotam novas práticas de manejo do lixo doméstico e transformam seus arredores de casa em locais ecológicos e produtivos. O projeto foi implantado em comunidades rurais dos municípios de Cacimbas e Teixeira, sertão da Paraíba, promovendo 06 oficinas educativas sobre uso sustentável dos recursos naturais no arredor de casa com enfoque para o tratamento adequado do lixo doméstico, 10 oficinas de implantação de lixeiras/coleta seletiva e a implantação de 15 hortas com economia de água.

Antes, o lixo doméstico era jogado ao ar livre, nos arredores de casa, popularmente denominados de monturos. Muitas famílias não tinham noção do prejuízo causado ao meio ambiente. Com a participação nas oficinas de formação, essas famílias se conscientizaram e passaram a aproveitar os resíduos orgânicos e inorgânicos, para o plantio de hortas, plantas medicinais, ornamentais e frutíferas.

Com a construção das hortas as famílias se animaram para aumentar a produção de hortaliças, utilizada para o consumo familiar e venda do excedente.Na comunidade Coronel, em Teixeira, as famílias falaram sobre as mudanças geradas em suas propriedades e as novas alternativas de produção.

“Com apoio do Projeto Sertão Ecológico eu aumentei a minha produção de hortaliças! Além de consumir eu também vendo para famílias da comunidade e sacolões da cidade de Teixeira. Outro dia, um colega que trabalha com plantios utilizando agrotóxicos, veio aqui comprar hortaliças, porque sabe que o nosso é sem veneno”, contou Maria Márcia.

“Antes a gente jogava muitas coisas fora, queimava também, e agora aproveita! Não só as garrafas, mas, também baldes, bacias, carroça velha, até um vaso sanitário eu aproveitei, para uma planta ornamental”, relatou Rita de Cássia.

Afim de fortalecer os laços de solidariedade entre as famílias, as hortas foram construídas em sistema de mutirão. Rita de Cássia relatou a importância da iniciativa, “é muito importante a solidariedade de um ajudando o outro. Em trabalho de mutirão agente cresce, aprende, ensina e prova que nossa comunidade tem união.”

Para Aurilene Venâncio, coordenadora do projeto, as mudanças são visíveis, “temos voltado às comunidades e percebido que houve uma grande transformação, nos quintais das famílias! Onde a gente encontrava resíduos sólidos, hoje encontramos embelezamento, quintais produtivos, famílias satisfeitas e felizes”, destacou a coordenadora.


Siga o Desterro1 no Twitter e Facebook. Circule Dário Cardoso.
Reprodução permitida desde que seja mencionado Desterro1.com/Autores das Fotos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante para o blog.

BALDO

test banner