Dois corpos encontrados em decomposição em Tavares - Desterro1

ÚLTIMAS

Desterro1

O Blog numero 1 de Desterro.

Publicidade e Propaganda

test banner

PUBLICIDADE CAPA 2 - DESTERRO

test banner

ANUNCIO INTERNO 1

PUBLICIDADE test banner

5 de set. de 2017

Dois corpos encontrados em decomposição em Tavares

Dois corpos em avançado estado de decomposição foram encontrados na noite deste domingo (03/09), dentro de um riacho, entre os Sítios Minadouro e Lage de Onça, na zona rural de Tavares, no Sertão da Paraíba.

Segundo informações, os corpos foram localizados por caçadores. A Polícia Militar foi acionada e esteve no local até a chegada do Instituto de Medicina Legal (IML) de Patos, que recolheu os cadáveres para a realização da perícia, que será responsável pela identificação das vítimas e as causas das mortes. 

Há fortes suspeitas de que os corpos sejam dos jovens, Lucas Vieira, de 16 anos, e José Aparecido, de 17, que desapareceram misteriosamente na cidade na noite do dia 26 do último mês, porém, só os exames irão confirmar se realmente os cadáveres são dos menores. 

Dois dias após o sumiço da dupla, em entrevista à Aryel Aquino, a mãe de Lucas, Mirian, contou que o filho saiu de casa dizendo que iria ao Palmeirão Clube, na companhia do amigo.

Durante a entrevista, Mirian disse que não havia nenhuma pista do paradeiro dos adolescentes e que as duas famílias registaram um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Princesa Isabel. Nesses nove dias, buscam foram feitas em toda a região, porém, sem êxito.

Informações mais recentes 
MÃE RECONHECE CORPO DE UM DOS CADÁVERES ENCONTRADOS EM AVANÇADO ESTADO DE PUTREFAÇÃO NA NOITE DESTE DOMINGO
Apesar do avançado estado de decomposição dos corpos encontrados na noite deste domingo (03), dentro de um riacho, na zona rural de Tavares, no Sertão da Paraíba, a mãe de um deles reconheceu o corpo do filho, misteriosamente desaparecido juntamente com um amigo desde a noite de 26 de agosto.

Dona Míriam identificou o corpo de Lucas Vieira, de 16 anos, pelo boné de cor laranja e a grossa corrente de cor prata que o mesmo usava no pescoço - um presente dado pelo pai, segundo ela.

"Era do meu filho", afirmou a mãe de Lucas na tarde desta segunda-feira ao blog do Aryel Aquino, referindo-se a um dos corpos encontrados em estado de putrefação, enquanto se aguardava  a informação oficial sobre a identificação dos dois cadáveres levados pelos peritos do Instituto de Medicina Legal (IML) de Patos para exames, cujo laudo deve ficar pronto em 30 dias.

Fonte: Blog do Aryel Aquino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante para o blog.

BALDO

test banner